RSS

Jair Bolsonaro – Ele não está sozinho, nós também não.

31 Mar


Os juízes da normalidade estão presentes em todos os lugares. Nós vivemos na sociedade do professor-juiz, do médico-juiz, do educador-juiz, do ‘trabalhador social’-juiz.

Michel Foucault

 

A primeira coisa que senti após saber da declaração do deputado no CQC foi revolta. Revolta, mas não surpresa. Bolsonaro é mais do que apenas uma representação de valores conservadores. Ele é a própria incorporação desses valores. Ele não é burro, nem ignorante, nem falta a ele a educação formal de quem estudou em “boas escolas”. Ele vê, sente, percebe e se posiciona em relação a realidade daquela forma. Uma forma de colocar-se no mundo. É um modo de vida .E se ele é assim, muitas outras pessoas também são. E foram essas pessoas que votaram nele, que o escolheram para defender esses valores.

Esse homem apenas empresta seu rosto, sua voz, seus gestos, suas palavras para esses valores e às pessoas que os vivenciam. Essas mesmas pessoas terão filhos, os educarão e darão continuidade a essa forma de olhar o mundo – é claro que alguns desses filhos conseguirão produzir outras maneiras de viver suas vidas, afinal os seres humanos não são meros depósitos de idéias.

Acho que todas as medidas de repúdio ao que ele expressou devem ser tomadas, mas ainda que ocorra alguma punição não devemos esquecer que há pessoas que votaram nele e que votarão novamente. E elas têm esse direito. Tem direito de não aceitarem que existam valores diferentes dos delas, mas tem que aprender que tais valores são tão legítimos quanto. Não podem se considerar no direito de dizer como alguém deve viver suas vidas. Há limites entre discordar e discriminar.

E acho que aí que está a questão. Ele pode ser enquadrado na lei de discriminação racial porque o racismo é crime e pode levar a prisão. E é disso que ele está com medo, de ser punido por essa lei. No caso da homofobia tal lei não existe e como ele mesmo disse está “se lixando” para os homossexuais. Acho que nesse momento, seria importante que todos – homens, mulheres, gays, héteros, negros, brancos – que se sentiram humilhados, revoltados ou incomodados com a fala do deputado se posicionem e mostrem que há pessoas que pensam de outra maneira, que vivem de outra maneira, que olham e sentem o mundo de outra maneira.

E completando o trecho de Foucault desta vez encontramos o deputado-juiz.

 

Texto foi escrito por Maycon Benedito, colaborador do Blog Subvertendo Convenções
Formado em Psicologia. O contato dele é: maycon_benedito@hotmail.com

Advertisements
 
1 Comentário

Publicado por em 31 de Março de 2011 em Discriminação, Política

 

Etiquetas: , , , , , ,

One response to “Jair Bolsonaro – Ele não está sozinho, nós também não.

  1. Maycon Benedito

    31 de Março de 2011 at 19:43

    Obrigado por compartilhar o texto.
    O seu blog é muito bom.
    parabéns

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: