RSS

Terroristas Islâmicos aliciam homens pobres no Brasil para fazerem “Curso de religião” no Irã

19 Abr

Por Reinaldo Azevedo, Veja On-line

iraniano-professor-de-brasileiros

Há duas semanas, em reportagem de capa, VEJA demonstrou que o terrorismo islâmico fincou raízes no Brasil. A coisa está mais avançada do que parece. Pior: o Brasil não tem uma lei que puna o terrorismo. E vocês verão, agora, uma das razões a indicar a sua urgência. Leiam trecho de reportagem de Rodrigo Rangel na VEJA:

*
O homem acima, de barba branca, coberto pela veste marrom e com a cabeça   envolta   num turbante, é o iraniano Mohsen Rabbani. Entre as dezessete pessoas que o cercam, há oito brasileiros [publico a foto com corte; há 11 pessoas  na imagem acima,  quatro brasileiros, marcados em vermelho]. Rabbani é considerado por essas pessoas um professor. A sala de aula fica em Qom, cidade do Irã que é sagrada para os muçulmanos xiitas. Convertidos ao islamismo, os jovens brasileiros viajaram com todas as despesas pagas com o objetivo oficial de aprofundar seus conhecimentos sobre a religião. O proselitismo e o arrebanhamento de adeptos são comuns a todas as crenças. Nesse caso, porém, existem distorções preocupantes. Rabbani não é um professor qualquer.

VEJA revelou há duas semanas que, além de ostentar a condição de um dos terroristas mais procurados do mundo, ele também é responsável pelo recrutamento de jovens brasileiros para cursos de “formação religiosa”. O que esse terrorista apontado como executor de um dos mais sangrentos atentados da história e responsável pela morte de mais de uma centena de pessoas pode estar ensinando aos brasileiros é, no momento, uma das principais preocupações das autoridades. As pistas descobertas até agora para desvendar esse mistério não são nada alentadoras.

O “professor” Rabbani é procurado por sua participação em atos de terrorismo desde 9 de novembro de 2006. Sua captura é considerada tão vital que a Interpol o incluiu na chamada “difusão vermelha”, a seleta lista dos homens mais procurados do mundo. A ordem internacional de prisão contra Rabbani foi expedida pela Justiça argentina. Ele é apontado como um dos mentores dos dois atentados contra alvos judeus em Buenos Aires, que mataram nada menos que 114 pessoas em 1992 e 1994. Rabbani era funcionário da Embaixada do Irã na capital argentina e teria atuado não só na elaboração como também na execução dos atos terroristas. Com status de diplomata, hoje ele é protegido do regime do presidente iraniano Mahmoud Ahmadinejad – e o responsável pela arregimentação de seguidores em toda a América Latina, que se dá mediante promessa de influência religiosa e também de dinheiro. Chama atenção o esforço de Rabbani em amealhar seguidores em regiões pobres do Brasil sem nenhuma tradição ligada ao Islã.

“Rabbani representa um grave risco para a segurança, inclusive do Brasil. Na Argentina ele difundiu sua visão do Islã radical, extremista e violento, que resultou em dezenas de vítimas nos ataques terroristas em Buenos Aires. Agora, baseado no Irã, ele continua a desempenhar um papel significativo na propagação do extremismo na América Latina”, disse a VEJA o promotor Alberto Nisman, chefe da unidade especial do Ministério Público argentino encarregada de investigar os atentados.

O aliciamento de brasileiros para os cursos de Rabbani no exterior vem sendo acompanhado há quatro anos pela Polícia Federal e pela Abin, o serviço secreto do governo. É o próprio Rabbani, com a ajuda de pessoas de sua confiança, quem escolhe os que devem embarcar. De 2007 até hoje, três grupos de brasileiros já visitaram o Irã. Há razões de sobra para tamanha vigilância.

Voltei
Leiam a integra da reportagem na revista. Tudo isso acontece sob as barbas do governo brasileiro – e, convenham, na gestão Lula ao menos, com claro estímulo moral. As pessoas recrutadas moram em áreas pobres do Brasil. Em 2007, dos oito brasileiros que foram fazer o “curso”, quatro eram de Belo Jardim, cidade do agreste pernambucano, a 180 quilômetros de Recife.

Se o Brasil tivesse uma lei antiterror, seria mais fácil coibir esse tipo de recrutamento. Afinal, Rabbani é um meliante internacionalmente procurado. Sem a lei, o que temos são apenas brasileiros convertidos ao Islã que decidiram dar uma chegadinha ali no Irã para estudar. Naquele país, os rapazes foram levados para conhecer, por exemplo, os campos de treino que o Hezbollah – grupo terrorista financiado pelo Irã que domina parte do Líbano.

O Brasil vai realizar a Copa do Mundo em 2014 e a Olimpíada em 2016. Os terroristas estão por aqui, aliciando brasileiros. Alô, Congresso! O que falta para que os senhores deputados e senadores acordem? Precisarão de um atentado terrorista em solo pátrio para que, então, tenham a decência de apresentar e aprovar uma lei de combate ao terror?


Advertisements
 
10 Comentários

Publicado por em 19 de Abril de 2011 em Política, Religião

 

Etiquetas: , , , , ,

10 responses to “Terroristas Islâmicos aliciam homens pobres no Brasil para fazerem “Curso de religião” no Irã

  1. Alex

    22 de Abril de 2011 at 09:09

    Esses muçulmanos são tudo uns safado!!! Eles querem dominar o mundo todo e serem os manda chuva , aqui não vai ter não moleza não , Esses turco lazarento devia ficar lá beijando o rabo do sadam satan , e destes outros ditadores que a gente já viu que eles se cagam tudo de medo, Agora gosta de ser machão é pra gente indefeso , esses hereges maditos deveriam ser eliminados do mundo

     
  2. izabel lion

    27 de Abril de 2011 at 01:08

    É lastimável que o governo brasileiro nada faça para deter esses assasinos nazistas preconceituosos, machistas, misóginos, racistas fanáticos reliogiosos que usam falsos pressupostos religiosos para aliciar os jovens, sobretudo os mais humildes e com pouco acesso à Educação formal com o objetivos de dominar as massas, alienando-as. Estes vagabundos, estando em acordo com os grandes grupos capitalistas internacionais que dominam o mundo, pretendem fomentar o Neo-Expansionismo Islâmico no mundo, cassando todas as conquistas democráticas feitas desde o final do século 19, passando pelo período do Pós 2a Guerra Mundial. Fora do Brasil, islãmicos! Aqui no Brasil somos descendentes de negros, índios, caboclos e potugueses meio judeus …e a religião dominante queiram os grupo religiosos monoteistas ou não, são as religiões afro-brasileiras. Isto é, o Brasil nada tem de muçulmano…. o restante do contingente estrangeiro -com os lixos de suas culturas- chegou muito, muito, muito, muito tempo depois! depois…fugindo das Guerras Mundiais! Aliás, este mesmo povo que está sendo aliciado e alienado pelo Islã e o mesmo povo que foi vítima da colonização no passado e da colonização e do imperialismo nos séculos XX e XXI—tudo sempre de acordo com o interesses internacionais….estão envolvidos em tráfico de armas, comércio legal e desnecessário de armas, e armamento bélico, tráfico de ópio e haxixe…condenam seus povos à miséria, ao analfabetismo, ao desemprego, à dificuladade no acesso á saúde….as mulhres destes países não podem sequer ir à Escola, não podem fazxer tratamento médico se o médico for homem e ainda são obrigadas por seus maridos e pelos seus pares e pelo regime dos aiatolás a andar “toda tapada com uma barraca ” sobre seus corpos, agüentando um calor desgraçado e com risco de adquirir infecção genital, já que a genitália não recebe aeração….os homossexuais são condenados à forca E por fim deixo a já conhecida mensagem:”.A RELIGIÃO É O ÓPIO DO POVO!” bel lion

     
  3. Joildo Maciel

    7 de Maio de 2011 at 10:54

    É um fato que o terrorismo vem preocupando o mundo todo, e não podemos concordar com a violência infundada, no entanto muitas coisas devem ser diferenciadas e analisadas, vejamos: uma missão terrorista tem como fundamento matar pessoas, então nessa ótica toda e qualquer missão que tenha como finalidade matar, são executadas por terroristas. O que vemos é muita jente ipócrita falando em paz.

     
    • Felippe Reis

      7 de Maio de 2011 at 13:51

      Os mulçumanos foram as ruas de Londres gritando que novos ataques terroristas aconteceriam nos Eua como vingança.
      Estou preocupado com a Europa, do jeito que os paises europeus estão com deficit de nascimento.. daqui a pouco os mulçumanos seram maioria e ai o bicho vai pegar… vai começar a perseguição, censura, torturas e assassinatos.

      O islamismo é uma praga.

       
    • Felippe Reis

      7 de Maio de 2011 at 13:52

      Ainda bem que os Brasileiros vêem o Islamismo na sua real otica, uma religião assassina que não de deve confiar.

       
  4. Eme Jota

    24 de Maio de 2011 at 19:56

    Olá!
    Eu moro na Alemanha e concordo com o seu artigo e as opinioes dadas aqui.
    Aqui na Alemanha eles treinam já os filhos a serem bon “mujahides” (guerreiros de Allah) que tem que odiar a Europa, os judeus e os Americanos. Aprendem desde pequeno que ateísmo, homossexualidade e cristianismo são coisa do “diabo”.
    Eles são responsáveis por 75% dos crimes violentos (e eles fazen meros 4% da populaçao!). Eles roubam, matam e gostam de epancar os “infiéis” não-muçulmanos – é o que dizem os imames (professores muçulmanos).
    “Grandes” imames aparecem no público dizendo que é justo estuprar mulheres muçulmanas que não usam véu ou pelo menos lenço! Dizem que não é pecado estuprar uma cristã e que é uma honra estuprar judias!
    O islamismo é nazismo. E a Europa trocou o nazismo pelo islamofascismo.
    Eles já tem quase 3mil mesquitas na Alemanha. Enquanto uma mulher muçulmana tem 3 filhos, uma mulher não-muçulmana tem 1,1. Eu já não me sinto mais como vivendo na Alemanha. Realmente, aonde vc vai aqui, se ouve turco. Nos caixas dos supermercados p.e. os funcionários turcos falam turco, batendo papo com os compatriotas em vez de trabalhar. E quando alguém reclama ainda tem coragem de dizer “ahá, vc é xenófobo”!
    Vejo uma época bem escura para a Europa. Vai dar uma guerra civil. Imigração de países muçulmanos custou a Alemanha mais de 1 TRILHAO de euros entre 1968 e 2007! Eles difícilmente trabalham, ficam se coçando e ganham grana do governo, as prefeituras pagam o alguel e a calefação… Mas as dívidas estão crescendo, o dinheiro tá acabando. Logo não terá mais nada para apaziguar essa peste do Oriente Médio!
    A cidade de Bremen foi infestada por uma família enorme (os Miri) que são responsáveis por inúmeros crimes – inclusive homicídios! O líder deles já cometeu mais de 300 crimes – nunca foi preso. Homicídios são cometidos pelos menores de 14 anos – eles não vão preso!
    Na Dinamarca uma igreja protestante já paga jízia (o imposto pago pelos infiéis para os invasores muçulmanos para poderem levar a vida) à união islâmica local para poder tocar campainhas da igreja aos domingos – enquanto isso os muezins gritam de minaretos. E se alguém reclamar, claro é “xenófobo”, “islamofóbico” ou simplesmente um “nazista”!
    Em Londres, na Suécia e na França eles saem nas ruas, quebrando vitrines, botando fogo nos carros, estacionam carros-bomba em frente de jardins de infância judeus, ofendem pastores e freiras e trancam ruas inteiras para fazer aquele culto diabólico muçulmano para mostrar que eles são os novos donos desta terra. Isso vai pegar fogo!
    Os Brasileiros que se cuidem e que fechem as fronteiras para esse povão primitivo! Ainda há “somente” 30mil no Brasil segundo os dados do IBGE – mas esse número pode crescer com a imigraçao. Não aceitem esses bárbaros como imigrantes para o Brasil. eles vão destruir a sociedade, vão querer cada vez mais restriçoes para a maioria e cada vez mais liberdades para eles. Inclusive a barbaridade chamada “lei xariá”!
    Penso mesmo em deixar a Alemanha e emigrar para o Brasil – terra natal da minha mãe!
    Aliás: Maomé era pedófilo. Ele casou a Aicha quando ela teve 6 aninhos e ele “praticou o casamento” (quer dizer teve sexo com ela) quando ela fez 9 aninhos – e ele um velho! No nome dele, milhares de meninas são casadas com velhos horrorosos no mundo inteiro e as que se negam são assassinadas em “micídios de honra”. KD a honra nisso?
    Publiquem e divulguem as mentiras (taqqiya) e falsidades do islã, mostrem e dizem a todos os seus vizinhos, colegas e amigos o jeito que esse povo pensa e age. O Brasil tem que acordar e aprender dos erros cometidos pela Europa!

     
  5. Ilmar

    6 de Setembro de 2011 at 13:22

    Pobre dos idiotas terroristas. Acreditam que morrendo desta maneira criminosa, vão ter um lugar no “ceu” .
    Pobres idiotas. Vão ficar sofrendo por muitos séculos. Pobres idiotas.

     
  6. Han23

    11 de Março de 2012 at 22:50

    o autor desse post, bem como dos jornalistas da Veja são uns idiotas, se estudassem um pouco que seja sobre a religião islâmica, veriam então o tamanha das asneiras que vocês andam escrevendo… são mesmo uns bobalhões que repetem o que a mídia pró-capitalismo americano propaga….

     
    • Ana Santos

      9 de Novembro de 2014 at 11:29

      Islã é terror! da medo desta religião se e assim que pode chamar, Religião tem que pregar a bondade e trazer a Paz, e não o contrario, E não tem que obrigar ninguém a seguir uma coisa que não acredita, pois ela faz justamente isto em lugares que ela e a maioria se não eles te matam, agora aqui no Brasil eles estão falando mansinho para conseguir adeptos ignorante que não conhece o fundamento desta seita que é o Islã. Na Europa ta todo mundo com medo não se pode falar nada deles que eles pōem fogo eles estão aqui como uma praga e são em muitos agora e tem que ser como eles querem, tudo e ofensivo para eles como Natal, crucifixo, igrejas, festas, musicas tudo e ofensivo ate o corte de carne no supermercado tem que ser do jeito deles se não eles levam para a corte o dono do supermercado que fez ele comer a carne com o corte não Islâmico. Não estou exagerando não e pior do que isto. E as mulheres caladas com véu e fazendo filhos se não morrem queimadas ou apedrejadas.

       
  7. Ivani Medina

    3 de Fevereiro de 2016 at 14:18

    O proselitismo islâmico deve encontrar uma resposta firme da nossa parte. Não se trata de um assunto religioso, mas do interesse de todo brasileiro. Explico-me melhor no link abaixo.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/o-perigo-do-isl-no-brasil

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: