RSS

A possível origem do vírus HIV, causador da doença AIDS

18 Jul

A origem do vírus HIV, que causa a Aids, foi encontrada em chimpanzés vivendo no sul de Camarões, afirmam pesquisadores de uma equipe das universidades de Nottingham, na Grã-Bretanha; Montpellier, na França e Alabama, nos Estados Unidos.

Chimpanzés têm o vírus, mas não ficam doentes

AIDs (sindrome da imuno-deficiência adquirida), que resulta do comprometimento sucessivo do sistema imunológico humano pelo HIV (virus da imuno deficiencia), é provavelmente a maior pandemia da história da humanidade. Em algumas áreas da África, até 50% da população adulta é soropositiva.

A equipe vem trabalhando há 10 anos para descobrir a origem do HIV.

Acreditava-se que um vírus batizado de SIVcpz (sigla em inglês para Vírus da Imunodeficiência Símia para chimpanzés) era a origem do HIV. Até agora, porém, ele só havia sido identificado em uns poucos animais em cativeiro.

Todas as descobertas relacionadas à história e à origem do HIV podem ser de grande importância para os cientistas que buscam desenvolver uma vacina contra este vírus, de acordo com Yusef Azad, do National Aids Trust britânico.

Os países da antiga União Soviética representa uma das regiões onde mais se prolifera o HIV, com 1-5% da população já infectada (Wikipedia). Desde o surgimento do HIV nos anos 80, sua origem é bastante contestada; alguns dizem que o virus tenha sido contraido dos macacos; outros dizem que ele foi adquirido através da produção em massa, e subsequente administração em humanos, das vacinas contra poliomelite em chimpazés.

Acredita-se que caçadores de chimpanzés foram os primeiros seres humanos a contrair o vírus.E que casos de Aids teriam aparecido primeiramente em Kinshasa, capital da República Democrática do Congo, que seria a área urbana mais próxima, na década de 30.

De acordo com cientistas, como os casos eram raros e os sintomas de Aids diferentes entre indivíduos, demorou 50 anos para que o HIV fosse identificado.

Como o SIVcpz havia sido encontrado apenas em animais em cativeiro, havia a possibilidade de que outra espécie pudesse ser hospedeira tanto do HIV, como do SIVcpz.

O HIV foi encontrado em amostras de tecido humano de um jovem afro-americano de 15 anos de idade, que morreu em St. Louis em 1969. O HIV também foi encontrado no plasma de um marinheiro Noroeguês que morreu por volta de 1976 (Wikipedia). Na edição online de 25 de maio da renomada revista “Science Magazine”, Keele e seus colegas, após coletar 1.300 amostras de fezes, anunciaram detectar anticorpos de SIVcpz (ancestral do HIV-1) e acidos nucleicos em amostras fecais de macacos selvagens nas florestas remotas do sudeste dos Camarões, onde taxa de prevalescência atingiu de 29 a 35% em algumas comunidades. Tal pesquisa pôs fim a duvida sobre a origem do HIV-1. No entanto, ainda restam duvidas sobre como o virus original tenha saido dos chimpanzés, sofrido mutação e se adaptado ao seu hospedeiro homano sobre a forma de HIV-1. Alguns especulam que humanos teriam se alimentado de um chimpanzé infectado ou que um chimpanzé infectado teria atacado humanos. No entanto, não há provas que suportem essas hipóteses já que elas são apenas especulativas. Algo digno de comentário é o fato de que, mesmo infectados pelo SIVcpz, os chimpanzés nunca desenvolveram AIDS.

Testes genéticos 

Até agora o vírus SIVcpz só havia sido detectado através de exames de sangue – o que signifca de que só animais em cativeiro haviam sido testados.O estudo, realizado juntamente com especialistas do Projeto de Prevenção da Aids de Camarões (PRESICA, em francês), envolveu a análise de fezes de chimpanzés retiradas de áreas remotas nas florestas de Camarões.

Pesquisadores da Universidade do Alabama conseguiram determinar a seqüência genética do vírus nos chimpanzés, o que permitiu aos cientistas buscar os vírus nas fezes dos animais.

Testes de laboratório detectaram anticorpos específicos e informações genéticas relacionadas à presença do vírus em 35% dos chimpanzés, em alguns dos grupos estudados.

Alguns dos vírus analisados tinham grande semelhança com cepas de HIV.

Os chimpanzés do sudeste de Camarões foram os que demonstraram ter os vírus mais parecidos com a forma de HIV mais comum em todo o mundo.

O SIVcpz, no entanto, não causa nenhuma doença parecida com a Aids nos chimpanzés.

E os cientistas estão tentando descobrir porque, apesar de seres humanos e chimpanzés serem geneticamente tão semelhantes, estes não têm sintomas.

Paul Sharp, professor de genética da Universidade de Nottingham afirma que “é possível que a transmissão do vírus dos chimpanzés para os homens tenha ocorrido no sudeste de Camarões e se espalhado para o resto do mundo”.

“Considerando-se que o HIV provavelmente surgiu há 75 anos, é bastante improvável que exista na natureza qualquer outro vírus mais parecido com o que ataca os seres humanos”, diz Sharp.

Fontes: Shvoong e BBC Brasil

Anúncios
 
2 Comentários

Publicado por em 18 de Julho de 2011 em Sem categoria

 

Etiquetas: , ,

2 responses to “A possível origem do vírus HIV, causador da doença AIDS

  1. Fernando Jr

    27 de Julho de 2011 at 10:49

    Dê uma olhada neste link abaixo, acredito ser a real história da origem de algumas doenças que estão acabando com milhões de vidas.

    http://members.iimetro.com.au/~hubbca/aids.htm

     
  2. Passarinho Verde

    21 de Setembro de 2012 at 18:27

    Muitos representantes do Cristianismo defendem que as duas melhores formas de se prevenir a AIDS são: Castidade ou casamento monogâmico!

    Muito “conveniente” o surgimento da AIDS em humanos justamente num momento histórico onde desabrochava uma grande revolução sexual, não é mesmo? Uma revolução capaz de romper com os dogmas religiosos e abalar as estruturas da Igreja… que conveniente “balde de água fria” foi o surgimento do HIV contra o movimento dessa gente “libertina”, não é mesmo???

    O Vaticano possui muitos cientistas e laboratórios onde realizam inúmeras pesquisas e experimentos das mais diversas áreas… por que será???

    Madre Teresa de Calcutá já dizia:
    “A AIDS é o justo castigo por um comportamento sexual inadequado.”

    HIV: O banho de água fria nos fervorosos revolucionários que desejavam romper com os padrões da cultura judaico-cristã! Que conveniente, não???

    O Vaticano não recomenda – e condena – o uso de preservativos, afinal, se a pessoa não aceita a orientação da Igreja (castidade ou casamento), então a vida desta pessoa não tem nenhuma serventia e pode ser descartada através do “bicho papão” (HIV) que deseja destruir todos aqueles que ousam sair dos trilhos.

     

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: