RSS

RELIGIÃO: Evangélicos e Protestantes em geral são os mais intolerantes contra Homossexuais

15 Ago

Fonte: Blog do Camasão

Quase 60% dos Evangélicos são contra pessoas LGBTs na função de professores do Ensino Fundamental

Parte da série Perfil do Preconceito

A pesquisa IBOPE publicada ontem pela Folha de São Paulo revela que os entrevistados que se declararam evangélicos e protestantes são os mais resistentes ao avanço dos direitos dos LGBTs no Brasil.
Esta é a parcela da população que mais se declarou contra a união estável de pessoas do mesmo sexo, totalizando 77%. Eles são seguidos pelos católicos (50% contra), “outras religiões” (40% contra) e os ateus (49% contra). No quesito adoção de crianças por casais homossexuais, os números praticamente se repetem. Entre os evangélicos e protestantes, 72% são contra a medida.
A pesquisa também questionou o que você faria se seu melhor amigo se revelasse homossexual. 29% dos Evangélicos declararam que se afastariam total ou parcialmente da pessoa.
Preconceito nas profissões
O preconceito também se extende às profissões. Ao todo, 41% dos evangélicos declararam serem contra, parcialmente contra ou parcialmente a favor de médicos homossexuais no serviço público.  O mesmo se repete no caso dos policiais: 48% dos evangélicos são contra, parcialmente contra ou parcialmente a favor.
Mas é entre os professores LGBTs do ensino fundamental que reside o maior preconceito: 59% dos evangélicos são parcial ou totalmente contra a ocupação dessas funções.
Anúncios
 

Etiquetas: , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: